x-duvidas-comuns-na-hora-de-investir-em uma casa-de-madeira

X dúvidas comuns na hora de investir em uma casa de madeira

2 de agosto de 2020 Off Por admin

Ter uma casa própria é o sonho de muitos brasileiros. No anseio de realizar esse sonho, as pessoas costumam recorrer a uma obra convencional que, por sua vez, é complexa, e passa por várias etapas como:

– Escolha do terreno;
– Bom planejamento;
– Fundação;
– Alvenaria;
– Estrutura;
– Instalação elétrica e hidráulica;
– Cobertura;
– Acabamento.

O que implica em gastos elevados e em muito tempo de duração. No entanto, há uma excelente alternativa às construções convencionais, que são as casas pré-fabricadas.

Charmosas, harmoniosas e com um toque rústico, as casas pré-construídas com madeira e tijolo ecológico são ótimas para quem busca fugir da tradicional casa de alvenaria e economizar muito. Confira as 3 dúvidas mais comuns no momento de investir em uma casa pré-fabricada:

Como funcionam as casas pré-fabricadas?

Casas pré-fabricadas consistem em imóveis construídos por meio de um processo, no qual as seções de módulos são fabricadas em um local remoto e, logo em seguida, deslocadas para o terreno onde a casa será montada.

Para realizar todo o procedimento, as empresas contam com o apoio de uma mão de obra especializada e garantias do material utilizado na obra, podendo oferecer serviços que vão desde um kit de madeiramento, ou seja, portas, janelas e aberturas de madeira, até toda a casa estruturada.

Benefícios da construção de uma casa de madeira

Os consumidores são conquistados pela agilidade e eficácia da construção, já que o processo de uma construção convencional é muito mais complexo, devido aos empecilhos e contratempos que surgem durante todo o processo da construção. Para se ter uma ideia, um imóvel feito de madeira consegue ficar pronto em até 60 dias.

Do mesmo modo que no tópico acima, a previsibilidade financeira é uma das maiores vantagens de uma obra pré-fabricada frente ao modelo tradicional. Uma vez que, reiteradas vezes, as obras comuns ficam estagnadas quando a previsão de despesas iniciais da obra fica muito menor do que o custo final. Diferentemente das casas pré- fabricadas, onde a fabricação e todo o procedimento da obra é previamente determinado de maneira assertiva.

O isolamento térmico e acústico é um diferencial que abrange diversas camadas da casa, e são mais eficazes que nas obras padronizadas, resultando em um imóvel mais arejado e capaz de abafar melhor os sons externos.

Esse modelo de moradia também visa sustentabilidade, durante todo o processo, desde a planta até o pós-construção, proporcionando qualidade de vida aos moradores.

Principais dúvidas a respeito da construção de uma casa de madeira

Para acabar com qualquer insegurança, é fundamental esclarecer as principais dúvidas.

1. Madeira Maciça

Uma dúvida muito comum na hora de investir em uma casa de madeira é o motivo pelo qual se escolhe a madeira maciça. A razão dessa escolha é a garantia de maior espessura e resistência, fatores que contribuem para garantir uma construção mais robusta.

2. Ordenamento Legal

Outro questionamento feito é acerca do ordenamento legal que regula as construções das casas de madeira. A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) possui a norma ABNT/CB-031, elaborada pelo Comitê Brasileiro de Madeira.

Tal regulamento compreende produtos madeireiros de um modo geral, além da preservação e tratamentos desses produtos. Já a norma de desempenho ABNT/NBR 15.575, regula o manejo da madeira na Construção Civil.

3. Cálculo do Orçamento

Outra dúvida muito recorrente, é pertinente ao cálculo do orçamento de uma casa pré-fabricada de madeira. Assim como em uma construção em alvenaria, em que o preço é definido por m², as casas de madeira maciça também podem ser orçadas dessa forma.

Porém, para projetos especiais, existe um valor diferenciado, que se fundamenta nas particularidades solicitadas, exigências de mão de obra e no consumo de material utilizado. Desse modo, cada moradia é orçada de maneira independente, seja por metro quadrado padrão ou considerando demandas especiais.

Grande parte das empresas de construção já estão visando aprimorar a interação entre as pessoas e o meio ambiente. O foco é a criação de projetos pensando sempre no melhor para o ecossistema, garantindo um bom convívio com a natureza. Construir pensando de maneira sustentável é fundamental para aproveitar os recursos renováveis e, ainda, economizar no custo de manutenção.

Quer saber mais sobre casas de madeira? Leia nossos outros artigos no blog.